Oito equipes cumprem Desafio 1

/Oito equipes cumprem Desafio 1
Oito equipes cumprem Desafio 1 2018-09-03T17:54:15+00:00

Oito equipes cumprem Desafio 1 e registram no site da Jornada

3 de setembro de 2018

Quatro do Ceará, uma do Acre, uma de Belo Horizonte, outra de Pernambuco e mais uma de Rondônia. Estas são as oito primeiras equipes a registrarem no site da Jornada Cidadania nas Escolas a realização do Desafio 1.

Do Ceará, a equipe Firmino Verde, da escola Firmino Araruna de Sousa, localizada no município de Mauriti, escreve no texto de apresentação que recebeu o apoio da escola e da associação comunitária para conhecer a Jornada. “Com isso foi montado uma equipe de seis pessoas, sendo um professor responsável e mais cinco alunos. Com a equipe montada foi discutido quais os benefícios trariam para a comunidade escolar e como seria trabalhado o projeto na escola”.

Já a equipe SuperAÇÃO, do município de Aurora (CE), conta que a escola desenvolve a Jornada em quatro turmas do Ensino Fundamental II. “A equipe que representa a escola é composta do facilitador, o professor Jamil Torquato; e 16 alunos, sendo 4 de cada turma”. E que as reuniões discutem “como se dá a Jornada, a finalidade comunitária, os diálogos que devem ser levantados e a importância cidadã em participar dos desafios”.

De Crato (CE), a equipe Viva, da escola Governador Adauto Bezerra explica que pretende realizar uma ação voltada à sustentabilidade; E do município Barro (CE), a equipe Inovadores para um Mundo Melhor conta que reuniu direção, coordenação, docentes, discentes e auxiliares de serviço para explicar cada passo da Jornada “motivando a equipe a se envolver nas questões sociais existente em nossa comunidade (…) expondo ideias e sonhos”.

Ainda na região Nordeste, a equipe Itação foi a primeira de Pernambuco a registrar a realização do Desafio 1, desencadeada por iniciativa da professora e membro da Associação dos Produtores Agroecológicos e Moradores das Comunidades do Imbé, Marrecos e Sítios Vizinhos, Veronice Maria, “estimulada a montar uma equipe na Escola Municipal Joaquim Bezerra, localizada no Distrito Camboa, zona rural do município de Lagoa de Itaenga/PE, próximo à sede da Associação”.

Seguindo para a região Norte, a equipe Por um Mundo Melhor, da escola Murilo Braga, na cidade de Porto Velho, Rondônia, registra que “o desafio chegou à escola através de um e-mail recebido pela professora facilitadora. No primeiro encontro através de uma roda de conversa a professora mostrou o site da Jornada para os alunos que logo de início ficaram bastante motivados. Nesse encontro, foi criado o Comitê Mobilizador, e também um grupo no WhatsApp para discussão e informações”. Entre as atividades, a escola também relata o acesso ao material disponibilizado no site da Jornada e discussões sobre os ODS “pois precisávamos entender melhor para depois criarmos a ação conjunta. Concluímos a roda de conversa com muita empolgação e ideias para a realização da ação prática e prontos para os passos seguintes”.

Já a escola Marilda Gouveia Viana, localizada na capital acreana, Rio Branco, conta em sua apresentação que “dentro das nossas ações deste ano de 2018, tivemos uma atividade contínua sobre a temática da sustentabilidade, com isso, nossa primeira ação foi realização uma conferência escolar do meio ambiente, onde criamos um plano de ação e a escolha dos “delegados ambientais”, alunos que serão representantes das ações mobilizadoras do projeto durante todo o ano. Para a Jornada Cidadania nasEscolas, os mesmos delegados estarão compondo a equipe de mobilização, abordando o tema do Desperdício na Escola, propondo e executando ações de sensibilização e conscientização a respeito da problemática”.

No Sudeste, a escola Sesi Hamleto Magnavacca, de Belo Horizonte (MG) levou em consideração o engajamento, a proatividade e a participação de seus estudantes nas ações sociais desenvolvidas na escola e fez uma reunião para formação da equipe Alpha. “Os olhinhos dos convidados brilharam na mesma hora com a proposta da Jornada! As ideias começaram a pipocar e a empolgação foi instantânea com as possíveis ações de revitalização do nosso entorno e de reflexão sobre quais poderiam ser as demandas para ressignificação da nossa relação com a comunidade que nos cerca”.

Sobre o Desafio 1 – Atarefa consiste em formar uma equipe por escola, com alunos, professores, funcionários e/ou comunidade escolar. O grupo seleciona uma pessoa para exercer o papel de facilitador(a) e compõe o Comitê Mobilizador, com ao menos 4 alunas e alunos.

As reuniões para a formação das equipes podem ser presenciais ou virtuais. Tudo deve ser registrado e as informações devem ser inseridas na página criada pelo próprio grupo no site da Jornada.

Fonte: Cidadania nas Escolas, com informações registradas pelas equipes participantes da Jornada