Desafio

/Desafio
Desafio 2018-05-07T17:34:27+00:00

DESAFIO 1 - Uma Jogada de Cidadania

Cajazeiras / PB
EEEFM DOM MOISES COELHO

Tipo de escola: Pública

Ao falarmos em educação fiscal, nos propomos a pensar um modelo de ensino voltado para a prática da cidadania. O que, por si só, já pode ser uma justificativa bem plausível. No entanto, acreditamos que apresentar o Projeto de Intervenção Pedagógica doravante intitulado “Educação Fiscal: uma jogada de cidadania” vos dará uma amplitude maior do porquê da escolha do tema, do envolvimento de todo o corpo docente, equipe gestora e comunidade escolar. Pensar, nesta forma, uma educação pautada na prática da cidadania e dela abstrair um sentido do qual o aluno necessita para aprender, pode-se considerar nosso maior foco. Assim, um projeto voltado para a Educação Fiscal não se faz atribuição apenas do campo das ciências humanas que discutirão o papel do cidadão na fiscalização e cobrança da boa aplicação dos recursos oriundos dos nossos impostos, mas sim de todos os componentes e áreas do currículo. Vejamos, a matemática que, a partir de uma nota fiscal, em uma situação problema, contextualizada, pode-se calcular muito mais do que a soma dos produtos, mas sim a porcentagem a partir dos valores dados de cada imposto (municipal, estadual e/ou federal). Nossas ações contarão com muito esforço de professores e alunos. Agora, neste segundo semestre, quando o conhecimento das ações do projeto já é para todos algo mais cotidiano, se tornam mais claros e tendem a caminhar a passos mais largos. Afinal, escola é esse emaranhado de pessoas e coisas que se mobilizam por um único propósito que é tornar a sociedade mais feliz através da luz do conhecimento, pois, sem eles, as trevas da ignorância operam com força tremenda. A educação afasta tudo aquilo que deseja enganar o ser humano. Somos dotados de razão. E é com esta racionalidade que nos propomos a formar cidadãos em seu sentido lato, conforme preconiza a carta magna da educação brasileira, a LDB: “[...]dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho” (Art. 2º). Atuar na educação com projetos é dar visibilidade ao mundo lá fora transformado em saber científico, ou seja, mais do que obrigar nossos alunos a pensar – e por vezes até decorar – um dado conteúdo que está no livro didático não é, definitivamente, transformá-lo em um conhecimento para o jovem que se propõe a estar na escola. Desta maneira, o Projeto de Intervenção Pedagógica da EEEFM Dom Moisés Coelho se consolida no papel de formar, no jovem, o cidadão que nosso País merece, passeando pela História, Matemática, Linguagens, Ciências da Natureza, Artes e Educação Física, assim como os filósofos, na Grécia Antiga, estudavam as estrelas pelos mitos até se desenhar uma constelação com saberes físicos e astronômicos. Neste sentido, um cidadão somente se tornará completo e pronto para conviver em plenitude na sociedade quando, ao passear na História, perceber o quanto é valiosa a sua liberdade de expressão; quando ao utilizar a Matemática numa simples conta de somar, saber que não está comprando “gato por lebre”; que, ao calcular o quanto se gastará de combustível para se deslocar até a capital paraibana num dado contexto da Física, não estará comprando água por álcool, pois sabe que estas podem sim se misturar, pois aprendera com a Química; e assim por diante. Por fim, o projeto fundamenta-se em ações pontuais, realistas e pautadas na formação de um ser crítico e reflexivo em todos os sentidos, buscando, na interdisciplinaridade, o fundamento do seu saber essencial que serão relatadas nos próximos tópicos.


Página no Facebook: https://www.facebook.com/escoladommoises.coelho

Ver perfil da equipe